VOCÊ SABIA ?

ALUMÍNIO  

 

O alumínio é o terceiro metal mais abundante na crosta terrestre, porém é o metal mais novo utilizado em indústrias, pois veio a ser industrialmente comercializado, há 150 anos. É possível obter em laboratório, o metal puro, por meio de um processo denominado Hall-Héroult, consistente na dissolução eletrolítica do Óxido de Alumínio em banho de Criolita.

   Desde a antiguidade, o alumínio era utilizado com o intuito de modernizar e sofisticar ambientes, afinal, além da beleza, possui uma gama de aplicações diversificada por combinar vários aspectos positivos, o que faz com que produtos feitos a partir do metal, se tornem mais competitivos.

      Os produtos feitos com alumínio são bonitos, leves, duráveis. Possuem alta condutividade elétrica, impermeabilidade, resistência à corrosão e alta relação resistência/peso, além de serem infinitamente recicláveis.

ANODIZAÇÃO

     A anodização é um processo químico no qual há uma manipulação das camadas de óxido natural nos metais para que haja a produção de uma película capaz de torná-los mais grossos e duráveis. Essa película formada pelo óxido, aumenta a resistência ao desgaste e à corrosão, além de deixar a superfície mais receptiva à corantes, tintas e adesivos. É utilizada para aumentar as qualidades de trabalho e melhorar a estética do alumínio.

PINTURA ELETROSTÁTICA

     É feita por meio de um processo de atração e repulsão de cargas elétricas que garantem a fixação da tinta. É adicionado um pó químico, que recebe carga oposta a da peça a ser pintada, dessa forma, o pó se fixa. Logo após esse procedimento, a peça é levada a uma estufa que, aquecida, garante a liquefação da tinta e depois o endurecimento. Isso forma uma película de alto acabamento, resistência e uniformidade.

         A pintura eletrostática garante alta proteção da superfície, resistência a impactos, proteção UV, alta flexibilidade, aspecto visual durável, ótima aderência e resistência à corrosão.

      

esquadrial@uol.com.br

(62) 3207-0507